Make Cut Crease

A técnica que está com tudo nesta temporada, nada mais é que uma releitura dos anos sessenta, muito usada pelas divas Audrey Hepburn e Twiggy.

make-cut-crease-maquiagem-profissinal-curso-bh-03

Essa marcação mais expressiva do côncavo pode ou não ser esfumada, sendo mais artística ou mais usável, mais colorida ou neutra. As opções são várias, basta você encontrar a intensidade e a combinação que mais combinam com seu estilo.

make-cut-crease-maquiagem-profissinal-curso-bh-passo-a-passo

A minha queridinha atriz Audrey Hepburn (que também fazia muito uso dessa técnica) mostra duas maneiras diferentes de se usar o Cut Crease.

make-cut-crease-maquiagem-profissinal-curso-bh

Make com côncavo marcado e sombra clara, vai para eventos diurnos e noturnos ….

make-cut-crease-maquiagem-profissinal-curso-bh-02Make com glitter, ideal para balada!

 

Author :

Maquiagem: Inspiração Sessentinha

Já deu para perceber que eu tenho uma quedinha pela década de 60 né? Seja pela estética de make e cabelo, ou na moda, esse ar retrô me encanta pelo seu charme e sofisticação.

Pesquisando as tendências de Verão 2013, olhem só que lindo esse make do desfile da Moschino que encontrei! Uma versão repaginada do make sessentinha, elaborada pelo top maquiador Tom Pecheux.

Na sobrancelha vemos um desenho bem marcado, cílios super realçados com postiços exagerados em cima e embaixo e sombra (ou lápis?) branco no canto interno, rente aos cílios superiores e na linha d’água. O batom coral arremata a produção – o Morange, da MAC, foi o escolhido, com uma camada de gloss por cima.

 

maquiagem-profissional-make-sessentinha-desfile-moschio-verao-2013

 

Esse cabelo com volume no alto da cabeça também é puro luxo! Eu amei e você?

Author :

Desafio da Beleza – Maquiagem Profissional

Todo maquiador que se preze, sabe que a cada cliente temos um novo desafio pela frente. Cada traço e cada curva são definitivos …

O Programa Desafio da Beleza representa bem o dia-dia do que rola com quem ganha a vida dessa forma: surpresas, eu gosto, eu não gosto, “cores, formas e o universo geométrico que nos ronda”, onde o rosto da modelo é a nossa tela!

Se você tem essa queda pela profissão, ou está iniciando neste universo, vale a pena assistir esse programa, se inspirar, pirar e se jogar neste desafio!

Author :
Menu